Pular para o conteúdo principal

Tudo começa aqui...

Hoje inauguro meu blog... aliás, NOSSO blog... Meu e da minha baixinha!!! Nada melhor que uma retrospectiva desde o início da vontade de ser mãe até a chegada da minha jóia mais preciosa: ANA LUIZA!

Quando a vontade bateu....

Em 2005, mais precisamente em Dezembro/05, eu e o Rafa juntamos as escovas de dente. Não casamos de maneira tradicional, apenas entrelaçamos nossas vidas e nossos corações... Em menos de um ano já estávamos planejando "evoluir" de casal para família. Finalmente tínhamos encontrado a pessoa com quem gostaríamos de ter nossos herdeiros(as).

As tentativas...

Tentei engravidar naturalmente durante quase 1 ano! O tempinho que não passava nunca! Cada negativo, uma frustração e a certeza de que ninguém lá em cima queria me ver barriguda... Só quem já foi tentante, sabe como dói cada exame negativo, seja de farmácia ou laboratório!

O positivo!!!!!!!!

Em junho/07, resolvi desencanar e parti para um tratamento para perder peso (eu sei!!! É péssimo e faz mto mal a saúde tomar remédio, mas mesmo assim fui....), mas estava com as guias para realizar exames mais detalhados que poderiam esclarecer o motivo de toda a demora em engravidar... Uma semana antes da danada aparecer, eu comecei a me sentir muito mal, tonta, atribui as malditas boletas e liguei pro médico, que sugeriu que eu ficasse o final de semana sem tomar pra ver se melhorava! NADA! Continuava mais tonta que peru em véspera de Natal! Qdo foi dia 29/07, me toquei que a dona vermelhinha não tinha dado as caras no dia previsto (26/07). Somente por desencargo de consciência, fui até a farmácia e comprei um teste. Já tinha certeza do resultado (negativo, ÓBVIO!) mas como tinha melhorado da tonteira, queria voltar a me "emboletar"! Voltei para o escritório e me tranquei no minúsculo banheiro, fiz xixi no potinho, coloquei a tirinha e pronto! Fiquei esperando dar o tempo pra ter a minha certeza... Ledo engano... em menos de 30s, lá estava aquela 2ª listinha rosa, um pouco tímida, mas se tornando cada vez mais vibrante!! JURO! Só não caí no banheiro pq ele era tão pequeno que não tinha como! Saí tremendo feito vara verde, peguei o fone e liguei pro Rafa: "MOR, TÔ GRÁVIDA", ele do outro lado: "TEM CERTEZA?", "AHAM"! Daí, me dei o dia de folga e fui pra casa dos pais do Rafa contar a novidade (nossa, o Rafa queria me esfolar, pq contei a novidade sem ele! hj dou toda a razão, mas na hr, ah, eu nem pensava em mais nada!). Fui no laboratório, fiz o exame de sangue e fui pra casa. Dormi a tarde toda! Aliás, quase toda, porque às 16h, foi confirmado o resultado positivo!! A partir daí, muita alegria!!!

A gestação...

Posso dizer que a minha gravidez foi tranqüila! Comi muito, fiquei inchada demais, engordei 35kg... mas mesmo assim estava com a corda toda! Com 36 semana saí de licença maternidade pra terminar os preparativos pra chegada da Ana Luiza... Eu mesma fiz as lembrancinhas, lavei e passei as roupinhas!!!! O único problema, foi uma infecção renal com 34 semanas de gestação que me levou URRANDO pra maternidade e me deixou internada por 1 dia! No mais, uma gravidez muito abençoada e desejada por todos!!!

O parto e os primeiros meses...

Ana Luiza nasceu dia 25 de fevereiro de 2008 às 7h38, em uma manhã de céu azul, pesando 3,525 e medindo 49cm! Linda e com uma garganta de dar inveja a muito alto falante, tamanho era o griteiro que ela aprontou nos primeiros exames feitos pelo pediatra!
A primeira semana passei na casa da minha sogra e logo depois voltei pra nossa casa... Precisava treinar minhas habilidades como mãe! Até que me saí bem! Mas em menos de 1 mês, pedi arrego, ia todos os dias pra casa da minha sogra e lá passava a manhã e a tarde, qdo o Rafa ia nos buscar. Com a minha sogra, que pra mim é como uma mãe, aprendi coisas que eu não tinha noção! Inclusive que NÃO SE DEVE ACORDAR UM BEBÊ DE MADRUGADA PARA MAMAR E TROCAR FRALDA...rs...
O começo foi bastante difícil... chorei muito, muitas vezes me senti despreparada, cansada, frustrada, sentia saudades da minha mãezinha (que está lá no céu, olhando por mim e pela minha pequena!), sentia falta de dormir... Mas, com o tempo, me adaptei a rotina de mãe 24h e passei a curtir ainda mais a chegada da baixinha que me ensinou a ser mãe e mulher!!

Nos dias de hoje...

Amanhã, 25/10, Ana Luiza completa 8 meses!! O tempo voou! Já tem dois dentinhos, come tudo que é saudável, brinca, "fala"... Faz dos meus dias os melhores de todos os tempos! E eu continuo a aprender como ser mãe... Só tenho a agradecer! Por ter a minha filha, por ter o Rafa, por ter amadurecido, por estar vivendo esses dias maravilhosos!!!

E é assim, agradecendo, que eu finalizo o primeiro post do NOSSO BLOG! São 15:58, em menos de 30 min vou buscar a minha baixinha e começar a curtição de final de semana!!!!

Fuiiiiiiiii!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…