Pular para o conteúdo principal

Feriado, Páscoa, Aniversário, Obstáculos Vencidos e um Castor!!

Nossa, coitado do meu blog... deixado as traças... completamente às moscas...hehehehehe... culpa minha!

Mas vamos atualizar os acontecimentos...

*O Feriado - Páscoa

Nosso feriado foi praticamente tranquilo! Sexta tivemos o tradicional bacalhau na casa dos pais do marido... Como eu comi... dá até vergonha, mas estava simplesmente divino! Comi que me lambuzei! Huashuashasuahsuashaus

Aproveitamos pra trocar os ovos de chocolate porque domingo teríamos um almoço com os dindos na nossa casa. E dá-lhe mais comilança! Hehehehehehehe

A Páscoa pra Ana foi light... ainda NADA de chocolate. A Vovó deu uns ovinhos de chocolate de soja com flocos de arroz. Falando assim parecem péssimos, mas eram deliciosos. Ana Luiza provou e aprovou! Mas nada de exageros pra evitar problemas...

No mais, aproveitamos pra relaxar, descansar... Foi um feriado ótimo!

Lembrei muito da minha mãe na sexta-feira Santa. Estava sentada na sacada quando vi a Via Sacra da Igreja próxima a nossa casa. Quando era criança sempre íamos. Muitas orações, vigílias... Saudades da minha mãe... INFINITAS!

*Aniversário do Gui - Mamãe vencendo o medo da direção

Sábado foi níver de 1 aninho do Gui, amiguinho da Ana, filho da Ana Síssia. Estava bem legal e a baixinha se divertiu muito. Pude rever as meninas e conhecer os novos pimpolhos: Lívia e Gabriel. Como são fofos!

Agora vamos a parte da motorista aqui... Pra quem não sabe, eu tinha um trauma muito grande de dirigir. A primeira vez que peguei um carro, assim que tirei a carteira, eu bati a porcaria num estacionamento. Foi coisa leve, somente danos materiais de pequena monta, mas serviu pra me deixar apavorada toda vez que eu tinha que ficar atrás do volante.

Depois que a Ana nasceu e começou a ir a escolinha em período integral, tive que, na marra, perder o medo. Honestamente, eu não sei se conseguiria encarar busão com mala, bolsa, bebê de colo e esse meu equilíbrio magnífico. Seria tombo na certa. Respirei fundo e lá fui eu... Com sucesso, o caminho casa-escola-escritório-escola-casa da vovó-casa foi traçado por um longo período! Então veio o pediatra que só atende de manhã e fica no centro da cidade. No meio da muvuca. Fabiana, respira fundo e lá vai. Tudo certo nesse percurso também.

Mas então, eis que nesse sábado meu digníssimo esposo tinha futebol e não poderia me levar... Eu teria que ir até outro bairro, atravessar o centro da cidade e voltar a noite. Ótimo, vamos recorrer aos mapas e afins. Também rezei pra todos os santos, lógico, porque estava nervosa pacas! Tudo certo, caminho traçado. Mas, como eu não ficaria com o carro que estou habituada a dirigir, bateu a insegurança: carro novo, sozinha, centro, bairro, noite. Senhor, dai-me coragem! No sábado dei mais uma conferida no mapa... Não ia ter erro. Arrumada, filha arrumada, carro, lá fomos nós! Eu, filhota e Deus! Tudo ia muito bem, seguindo o mapa, quando chego na rua, não era mão. Nada de pânico, vamos achar uma que dê mão e fazer o retorno. PQP! Acho que rodei umas duzentas quadras, mas no final, quando já estava pensando em apelar pros Santos, achei a rua, um local estratégico pra estacionar e TCHARAM! Só alegria!

Lógico que nesse tempo todo o meu celular berrou umas 5728 vezes. Rafael me ligava e eu que já estava com humor de onça com dor de dente já queria mandar ele lápa! Mais calma, na festinha, tudo tranquilo! Cai a noite, hora de ir pra casa... O marido da Lê me mostrou o caminho e pronto. Eu sou míope, uso óculos pra dirigir, tava noite, centro da cidade! Mas eu CONSEGUI! Cheguei em casa inteirinha, c0m a minha filhota e venci o meu medo! Ai, tou tão orgulhosa de mim mesma! Mereço uma medalha! Melhor, mereço um cartão de crédito sem limite, um shopping cheio de liquidações e lógico cartão sem fatura! Hahahahahahahahahahaha!

Tudo bem, pode parecer bem besta essa minha alegria! Mas eu tou me sentindo tão bem! A gente tem medo, mas sempre, com força, coragem e determinação a gente pode vencer!!! CERTEZA!!!!

*Ana Luiza - O Castor

Sábado, quando a baixinha acordou da soneca e fui busca-la no berço, eis que a minha criaturinha predileta estava com a boca cheia de pintinhas brancas e com a maior cara de quem tinha aprontado todas. Olhei, procurei e quando encontrei: um bercinho com a pintura toda comida. Sim, a criaturinha amada está afiando os dentinhos no berço! O que fazer? RIR! Pq eu, definitivamente, já cansei de tirar as coisas "maravilhosas" que a dona moça coloca na boca... Em tempo, tudo que é perigoso está fora do alcance dela e a tinta do berço é atóxica!

Ai, acho que e basicamente isso! Essa semana voi fazer um post especial pra um lugar e pra uma pessoa especial!

Aguardem cenas do próximo capítulo.

Beijos e boa semana!

NÓS!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…