Pular para o conteúdo principal

Cabelo, cabeleira, cabeluda e descabelada!

Um dos meus maiores traumas é esse meu cabelo ruim. Aliás, era, porque finalmente encontrei 3 coisas que me fizeram ter orgulho da minha juba: uma cabeleireira com cabelo cacheado que entende tudo de cachos, um corte de cabelo maravilhoso e prático e um shampoo ótemo! A-L-E-L-U-I-A!!!!!

A história do meu cabelo é: eu nasci com cabelo enroladinho, cheio de cachinho na caxola... E daí que minha mamãe-vó sempre cuidou muito bem, lavando com shampoo especial, sem maiores invenções. Daí, veio uma MÁdrasta, que não se dava com a mamãe-vó (sogra e nora, já viu o rolo!) e me convenceu, no auge dos meus 7 anos, cortar os cachos no estilo Chitãozinho e Xororó. Pensem... virei uma coisa... minha mãe-vó chorava, eu chorava. O jeito foi cortar bem curtinho, o que me rendeu apelidos que eu me recuso a repetir.

O cabelo cresceu e eu cresci. Achei que sabia TUUUUUUUUUDO e que era hora de cuidar do meu cabelo sozinha. MIFU$%##@! O cabelo virou uma coisa horrenda. NADA PARAVA. Vivia mudando e estragando meu cabelo. Parecia bandido: ou tava preso ou tava armado. Mas veio a chapinha, que me salvou por bons tempos. Salvou "em partes", porque eu ainda odiava meu cabelo. E daí veio a escova definitiva, que me custou o olho da cara de quase 9 horas sentada na cadeira do salão. Ficou lindo, liso, comprido, cheio de garbo e elegância, mas em menos de um mês meu cabelo rebelde cresceu na raiz e MIFU novamente. O cabelo cresceu, a conta bancária não! MIFU²!

E veio a gestação, que me deixou sem ânimo pra nada. Preguiça era meu nome... O que é chato e feio, porque mulher grávida tem que ficar txutxuca tb, maaaaassss... Um dia, cansada de tanto prender, trançar, enrolar, enfaixar, liguei no salão e pedi uma cabeleireira de cabelo enrolado. E lá fui eu em busca de ajuda... Nossa, foi a melhor coisa que eu fiz! Por que eu não pensei nisso antes? A Heloísa me deu a dica de repicar o cabelo e deixar um pouco abaixo da altura do ombro. Quando ela terminou de cortar, morri de medo! Tinha MUUUUUUUUITO cabelo no chão e quando eu passei a mão na cabeça, quase tive um treco! Pouco cabelo, pela primeira vez desde que era recém-nascida. Como eu ainda estava com medo, fiz uma escova com prancha e estava ótimo... amei!

Tá, mas cabelo não pode ficar na mesma escova eternamente... tem que lavar! Adiei o quanto pude (que porquinha! hahahahaha) e quando lavei usei o Shampoo Niely Gold de Orquídea e o condicionador da mesma linha. Séeeeerioooooooooo!!! Meu cabelo que antes não tomava jeito/forma, ficou LINDO! Cacheado, sem volumão... Dá pra usar solto, meio preso, meio solto, do jeito que eu quiser! Nem acreditei...

Só sei que agora que me acertei, vou perseguir a Heloísa onde ela for e usar esse shampoo maravilha enquanto puder e der resultado (dizem que cabelo vicia, será que é verdade?!). Então, amiga blogueira/leitora, se você está insatisfeita com a cabeleira revolts, que tal tentar mudar? Agora, se vc já conseguiu domar a cabeleira, por favor, me conte como!!

Beijokas e boa semana!

Comentários

Anônimo disse…
Que bom que está te sentindo bem com a cabeleira!!!
Cabelo é a moldura do rosto, dizia minha avó. hehehehe

Eu na gestação optei por cortar e repicar, mas eu quase não tenho mto cabelo, e é liso, ficou ótimo, nem penteio, só arrumo com as mãos, depois do banho.

Sempre tem um corte que a gente se acerta e shampoo tb, né? É que precisamos persistir e ter coragem de mudar.

Bjs e bom findi.
Cris

Postagens mais visitadas deste blog

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…