Pular para o conteúdo principal

Listas de Discussão


Desde que resolvi correr atrás de uma nova barriguinha, passei a colher informações para que essa futura nova gestação seja diferente e tenha um final diferente também. Passei a procurar artigos, textos e livros que fossem mais direcionados ao que eu busco e assim caí em duas listas muito bacanas de discussão: Gesta Paraná e a Parto Nosso.


É engraçado que conhecemos "gente como a gente", com os mesmos medos, com os mesmos desejos. As informações obtidas em pouco mais de 15 dias de participação estão sendo muito valiosas pra mim. Finalmente estou conseguindo entender algumas neurinhas que estavam instaladas na minha cabeça... hehehe.. Estou tão empolgada com todas essas informações, por saber que eu posso fazer um caminho diferente. E outra, eu me senti muito acolhida, sabe como?! As pessoas não passam a mão na sua cabeça, longe disso, mas te dão força, mandam boas energias. Não tem coisa melhor.


Desde que comecei o blog evitei o assunto PARTO porque sempre achei um tema muito polêmico. De um lado estão os direitos, desejos, impossibilidades da mãe, de outro está o que é melhor pra mãe/bebê/corpo. Nunca gostei das discussões e não acho que radicalismo seja o caminho certo em nenhum caso, acho que cada um pode e deve fazer suas escolhas, sempre pensando no seu bem estar e do seu filho, sempre embasando suas decisões em informações e fontes confiáveis. Não sei se me fiz entender, mas enfim...


EU, FABIANA, optei por uma cesárea com 38/39 semanas de gestação. Ana Luiza estava em posição para parto normal, tive uma gravidez de baixo risco. O único "ponto negativo" foi que eu inflei, fiquei inchada, gorda... com 33/34 kg a mais. Eu estava cansada, com medo, acomodada e sem informações. Liguei pro meu médico, escolhi a data e pronto. Todo aquele procedimento que muitas de nós já conhecem. A baixinha nasceu, foi lindo e emocionante. Mesmo assim eu tinha uma interrogação enorme na minha cabeça. Mas o tempo passa, as coisas esfriam, mudam de foco, a gente meio que "esquece" ou não sabe direito o que nos "incomoda".


Papo vai, papo vem, resolvemos tentar engravidar novamente. Outro bebê, uma nova oportunidade. Por esse motivo eu passei a buscar informações e entrei nas listas de discussão. Em uma delas tem até uma obstetra (pode ser que tenham mais profissionais, mas eu não sei ao certo), super querida, com muita informação bacana e super fundamentada. Coisas que eu nem sequer sonhava. E lá eu estou encontrando um novo caminho. Pra mim, está fazendo super bem.


Portanto, se assim como eu, alguém quiser buscar informações, seja tentante, grávida de primeira viagem, mãe, super recomendo as listas acima. Vale a pena!!!


E esta sou eu, buscando um VBAC... espero ter sucesso nesse novo caminho e que a Dona Cegonha seja rápida e faça a entrega loguinho por aqui!


Beijokas




Comentários

Mariane disse…
ai amiga, ter ou não o 2º filho... eis a questão! kkkkkkkkk
as vezes eu quero muuuito, as vezes não quero. Não sei direito sabe, mas se vier o 2º tb quero tentar o sonhado PN... eu fiz de tudo pelo PN qdo tive a Manu, sempre fui a favor desse tipo de parto mas na hora H meu corpo não colaborou e nãodeu! Fazer o que né, mas enfim, se um dia e resolver que a cegonha tem que vir de novo, vou sim tentar mais uma vez o PN. Adorei as dicas das listas de discussão!
beijoks em vcs! e que venha a cegonha! rs
Cris disse…
Que a Dona Cegonha entregue logooo a encomenda, e desejo que vc consiga seu parto, sonhado!!
Vai em busca, acredita, que vai dar certo!

Tenho uma amiga, virtual, que está na busca do dela, e tenho certeza que conseguirá, está dividindo tudo comigo, cada decisão, passo tomado, é muito legal!

Um beijo grande! Boa semana!
Que legal!!
Estamos na torcida para que vc tenha a experiência do PN! Eu posso te dizer uma coisa com toda certeza, é diferente, é gratificante, é lindo entregar o corpo à natureza, que sabe fazer a sua parte para que o bebê venha ao mundo!
Eu era totalmente a favor da cesarea. Vida corrida, trabalho, prazo... Melhor seria agendar a vinda do bebê para qe tudo desse certo, inclusive a volta ao trabalho. Esse era o meu pensamento... Casei e vim morar na França, onde não é possivel fazer esse tipo de escolha. Cesarea somente em casos estritamente necessarios. Revi o meus conceitos, li muito, busquei e tive apoio. Entendi que a dor fazia parte do processo da vinda do meu bebê e eu fui me preparando para enfrenta-la.
Ja ja vou começar os treinos para o segundo e não imagino ele vir de outra forma.
Siga em frente e informação é tuuuudo!
bjssssss!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…