Pular para o conteúdo principal

Como dói! Amamentação - PARTE I

Sempre adorei amamentar, isso era uma coisa que eu queria muito e da qual sentia mais falta! Ter um bebezico no colo, mamando, sendo nutrido e amado, pra mim não tem preço.

E o Gustavo nasceu, já sabendo sugar. Um bezerrinho. Os primeiros dois dias: nossa que fácil! Mas depois o troço mudou de figura. Peitos esfolados, mamilos ardendo e, hoje, meu seio esquerdo empedrado, doído que só. Sem contar a fraqueza que eu tô sentindo. Parece que passou uma jamanta na minha cabeça e nos peitos um triturador de carne.

Cada mamada é feita de choro, soluços e muito medo da minha parte. As próximas mamadas são como se eu esperasse que meus mamilos fossem sair rolando pelo chão, tamanha a dor que eu sinto. E eu tenho muito medo, medo mesmo. Daqueles medos bem cabeludos, que te deixariam bem vulnerável pra fazer um "acordo daqueles".

Liguei pra minha sogra chorando, desesperada de dor. A tarde ela vai me levar no PROAMA pra ver o que estou fazendo errado. Só sei que meus peitos estão ardendo e eu me sinto fraca, quase a ponto de desistir. De verdade!

Fica o desabafo... vamos ver como as coisas vão ficar...

Comentários

Dina disse…
Busque ajuda no mãe Curitiba ali perto do Largo, lá elas auxiliam e ajudam no que for precisam viu.

Muita paciencia e força. Use DERSAM pra cicatrizar o Bico do Seio, eevite isar sutian em casa, se possivel use NADA.
Bjs, qlqr coisa grite!!!! Vc vai conseguir
Dione disse…
Fá, não sei se já comentei que a amamentação da Nina não foi fácil. Pouco leite, peito arrebentado, muito estresse. Foram 2 semanas terríveis, que culminaram com perda de peso da Nina e a introdução do NAN. Só aí que eu fui no banco de leite e amiga, foi uma benção. Fiquei indo por mais de 10 dias, todo dia. Além de mudar a posição da pega, a enfermeira me orientou para que a Nina não abandonasse o peito por estar tomando LA em todas as mamadas. E tomei muito chá de alfafa e "chá da mamãe" da weleda. No final de 2 meses ela tava com peso ótimo e assim foi possível sair do LA e ficar só no leite materno até os 6 meses. E mamou até 1ano e 3 meses. Para o peito machucado eu demorei a aceitar, mas acabei passando uma pomada (que não consigo lembrar o nome nem achar as anotações) que foi milagrosa. Veja com o seu ginecologista. Lembro que passava logo depois da mamada e tinha que lavar o peito antes de amamentar de novo. Cicatrizou rápido e não feriu mais depois.
Boa sorte amiga! Vou ficar aqui torcendo!!!
Faaa!!
Procura ajuda mesmo!
Eu fazia massagens nos seios com agua quente, do chuveririnho, enquanto tomava banho; colocava bolsa de agua quente. Tinha medo que empedrasse. Sei que a dor é enorme nesse começo, mas procura ajuda de uma profisssional (nao sei como chamam ai no Brasil), que deve ter em bancos de leite... Putz, se seu tivesse ai juro que te dava uma mão numa hora dessas.
Torcendo para vc superar esse perrengue.
Bjsss ; )
barrozo disse…
Olá. Fá acompanho seu blog desde que fiquei sabendo que estava grávida e nossa DPP era no mesmo dia só que minha filha só nasceu no dia 21 estava esperando o trabalho de parto mas infelizmente teve que ser cesária. Também estou passando pelo mesmas dores que vc na hora de amamentar. O que me ajudou um pouco foi a concha e uma pomada(Millar). Hoje a enfermeira da Unimed vai vir em casa para ver se minha filha esta com a pega correta na hora de amamentar. Melhoras Fá.
Pri disse…
Fá, fica calma. É a coisa mais chata de ouvir quando estamos querendo que tudo exploda, mas: VAI PASSAR.
Eu sofri com a amamentação até os 6 meses do João, pq ele mamava MUITO e produzia MUITO leite. Empedrava sempre. E qd o leite descia? Queimava TUDO por dentro.
Eu procurei o banco de leite daqui de Campinas e me ensinaram várias técnicas boas. E no final deu tudo certo. Só a queimaçào do leite que não. E a roupa fedida. E molhada. E...
Respira fundo. Pensa no estresse de esterlizar mamadeira, lavar mamadeira, andar com mamadeiras...
Beijocas
Dina, fui lá ontem! PROAMA. Já tinha ido quando tive a Ana Luiza e achei que tava sabendo tudo! hahahaha... Pra gente ver que cada um é diferente!!

*****

Dione, LA é phod@! Que bm que vc conseguiu reverter a situação!!

*****

Ana Paula, que pena que vc não está aqui mesmo!! Mas suas palavras já me ajudaram muito! Ontem fui pra baixo do chuveiro e consegui relaxar um pouco!

*****

Barrozo, quando tive a minha primeira filha, a enfermeira da Unimed foi em casa, mas não ajudou muito não. Espero que vc tenha mais sorte do que eu! hehehehe

****

Pri, nem me fala em mamadeiras, leite em pó, etc... imagina meu polaco tomando isso?! E toda a trabalheira?! Sem condições! E como vc disse: ISSO PASSA! Depois a gente morre de saudades e faz mais um filho pra passar por tudo de novo! kkkkkk

Postagens mais visitadas deste blog

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…