Pular para o conteúdo principal

Correndo

O tempo é escasso. Aproveitando que tenho 24 minutos antes de zarpar pra pegar a duplinha, vou atualizar aqui.

O Dia das Mães foi gostoso. Almoçamos na vovó, marido foi ao jogo, Ana Luiza esticou a tarde com a vovó e eu fiquei em casa com o molequinho mais boa praça  e birrento que eu conheço. Marido chegou em casa lépido e faceiro já que seu time foi TRI campeão. O que está nos rendendo uma semana cheia de bom humor! hahahahahahaha

As crianças estão bem. 

Ana Luiza deixou de ser bebê e agora é uma criança. Conversa, explica, é cheia de opinião própria e argumenta melhor que qualquer colega de profissão. Pode ser que ela seja advogada... judiação (dela e de mim!). Já não chora mais para ir à escola, teve sua primeira crise com a melhor amiga e ficou mega chateada. Mas fizeram as pazes e voltaram às boas. Em casa tem seus momentos de regressão e rebeldia, mas tenho notado uma melhora considerável. Ela tem me ajudado bastante com o Gu, tem se demonstrado afetuosa e carinhosa. Sempre tem um sorriso, um beijo, um pedido de colo e um "Eu te amo!" pra nos dizer. E ela sempre diz quando mais precisamos, sem que seja necessário fazer qualquer tipo de pedido. Ainda estamos em cama compartilhada e ainda rola mamadeira. Oh, céus! Isso está sendo complicado, mas sei que iremos conseguir. O quarto dela está em reforma, Rafael está na 4ª camada de tinta pra tirar o lilás que eu escolhi quando estava grávida. hahahahahaha! Ele ficou muito bravo e me proibiu de escolher cores pras paredes! 

Gustavo... ah, esse moleque de cabelo vermelho! Tão diferente da irmã... pra conseguir um beijo, só quando está de bom humor. Não gosta que fiquem esmagando, abraçando e detesta que peguem nas suas mãozinhas. DE-TES-TA! Fica indignado e resmunga! Assim como a irmã, não chora pra ficar na escola. Ele mudou de turma, foi pra turminha dos "grandes". Chorou durante duas semanas, mas aquele chorinho meio "migué". Agora já fica super bem e quando chego pra pega-lo está sentado na rodinha, cantando. Quando me vê, vem correndo, pula no meu colo e dá tchau pras profes: "Tá! Tá!" e cai na gargalhada. Dorme no berço, no quartinho dele. Se sente incomodado quando tem que dividir a cama com alguém. Na maioria das vezes, acorda pra mamar na madruga, mas já teve noites de fazer 12h direto. Mamãe agradece! Toma mamadeira, usa chupeta e cheirinho. E, agora, está estreando no mundo dos "Bumbuns de Pano", mas isso é tema do próximo post. Só digo que não é tão ruim e complicado como muitos acham! 

Meu tempo esgotou! Vou buscar os dois, ir pra casa e trabalhar: banho na Ana - banho no Gu - arruma casa - arruma cozinha - lava louça - arruma as coisas do café da tarde - mamá - bolachinha - Galinha Pintadinha - água - papai chega - café - mamá do Gu - arruma bolsa com mamás da madruga - colinho do Gu - soninho - berço - meu banho - meu pijama - cama - TV - chocolatinhos - Ana Luiza pula na cama - chameguinhos - risadas - silêncio - todos dormem - buáááááá - atende Gu - mamá do Gu - Gu dorme - xixi - cama - soninho - despertador do marido - beijo do marido - soninho - meu despertador - e começa mais um dia!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…