Pular para o conteúdo principal

Versão feminina do Hellboy


Vocês já assistiram os filmes do Hellboy? Aquele cara vermelhão, com rabo, chifre, durão e com um humor quase negro? Então, depois de alguns acontecimentos beeeeemmmm chatos e de muita reflexão, cheguei à conclusão de que EU, Fabiana Cristina, sou a versão feminina dele. Só pode!


Sempre fui meio (totalmente) sem paciência. Não suporto grosseria e nem insubordinação. Acho isso o fim! Não dou instruções mostrando os dentes e nem tenho saco pra perguntinha idiota. Alguém já dizia: "Pergunta idiota, tolerência zero!". Não sou esquina do mundo e nem muro das lamentações. Gosto de críticas, mas de críticas construtivas e com embasamento. Não tenho o menor tato com as "vítimas do mundo" e auto piedade, pra mim, é um dos piores defeitos do mundo. Se esse tipo de coisa já é bem pé no saco no dia a dia, imagine isso em ambiente de trabalho!


Daí, que ontem, eu tive um problemão no meu trabalho. Juntando tudo o que eu mencionei anteriormente, que me deixou em estado de fúria por quase toda a tarde. Insubordinação é uma coisa que eu não admito. Falta de respeito, então. Acho o fim da rosca. Pior ainda, se isso vem de um moleque que nem saiu das fraldas ainda. Ah, meu filho, você realmente não tem noção do capeta que existe dentro de mim. Quer me ver fora de controle, vertendo veneno pela boca e cuspindo marimbondo, pronto! Seja mal aprendido (porque eu sempre parto do princípio que as mães dão educação pra esses seres) e seja insubordinado. Pior que isso, tenha esse tipo de atitude porque eu uso saias!! Rá! É pra me ver doidona mesmo!


Por muito pouco, não perdi a linha. Mas muito pouco mesmo. Depois do "festival", só me restou levantar, acender um cigarro (péssimo hábito, eu sei!) e esperar meu sangue voltar a correr em velocidade normal. Mas passou... tudo está resolvido, e o Senhor Galinho Carijó vai botar banca em outra vizinhança. Tenho pra mim, que gente desse tipo NÃO SE CRIA!


Depois do meu momento Hellgirl, de muitas respiradas, muito suco de maracujá e água, consegui colocar os pés no chão. Então lembrei, que o Hellboy também é um cara fofo! Ele gosta de gatos, televisão e chocolate! Apesar do senso de humor ácido, ele é engraçado. Tem o coração maior que o mundo. Ele pode parecer feio e mau! Mas, se você não pisar na bola, vai ver que não há pessoa/monstro melhor!


Com toda essa reflexão, concluí que, pra sermos ainda mais parecidos, só me faltam o par de chifres, rabo e tridente!! Hehehehe


Beijos!


Comentários

Daniely disse…
alem do rabinho, chifrinho voce esqueceu de mencionar que falta a tonelada de gatos morando com voce,amiga kkkkkkkk
Tambem sou sem paciencia com coisa estupida (falta de educacao e grosseria entao, eu viro bicho!), o sobrenome do Will cabe com uma luva, pois eu sou uma verdadeira Saraiva... tolerancia zero kkkkkkkkkkkkkkkkkk
beijooos
Kelly Pereira disse…
Hahahahaha so voce mesmo!
Cris disse…
hehehe

Lucas adora o Hellboy!

Espero que os problemas no trabs tenham melhorado no dia de hoje!

E Fabi, pare de fumar, menina!!!
Bjs

Postagens mais visitadas deste blog

Adenóide

Ana Luiza sempre teve um sono meio agitado, mas eu achei que isso era dela. Mas dormindo com a gente, mesmo agitada, ela dormia.
Então, um belo dia, ela foi dormir na casa da avó e ela me perguntou como a gente conseguia dormir com a barulheira e agitação da Ana. Dei risada, porque achava que era coisa de avó, mas uma luzinha vermelha acendeu e comecei a prestar atenção nas madrugadas. 
Gente, que dó! Que MENAS MAIN! Ana Luiza ronca horrores, chega a ficar sem ar, respira só pela boca... Comentei com a pediatra e ela me disse que poderia ser adenóide. Lá fui eu "googlar" o que era essa tal de adenóide. Grosseiramente falando é uma "carninha" que se forma no fundo do nariz e que atrapalha a entrada de ar. Ela pode se resolver sozinha até os 6 anos, mas alguns casos resolve-se com uma cirurgia simples. Cirurgia = MEDO!
Fizemos o raio-X solicitado e apareceu um comprometimento de 2/3. 2/3!!!! PQP!!! Então, a pediatra prescreveu homeopatia para que fossemos acompanhan…

Doença da mão,pé e boca - Doencinha das Trevas

Sábado, casório pra gente ir. Quando é comecinho de tarde, Gu começa a apresentar uma febre muito da esquisita. Alta, sem nenhum outro sintoma. Um bichinho me cutucou, lembrei do bilhete que veio na agenda sobre casos de Roséola. Rá, só pode ser isso. Anti-térmico, colo, água, paciência. Adeus festerê noturno. Nossa balada da madruga será com um bebezão com febre. 
Quando é de noite, vejo que ele tem dificuldades pra engolir. Nem o mama vai direito. Dispenso a roséola e penso: "Garganta! Só pode!" Noite agitada, bebê com febre, dor, chororô. Seguimos em turno, eu e Rafa, dando conta do mal estar do mocinho. Quando brilha o Sol, simbora pro PS. A febre tinha dado trégua, mas garganta é dureza, muitas vezes só ATB resolve e ATB só com receita médica.
Fila, espera, várias crianças com o mesmo quadro. Mudança de tempo é nisso que dá. A plantonista nos atende, aquele protocolo normal, quando vê a garganta, dispara: "Olha só como está inflamada!". Parecia uma couve-flor…

Enjôo x Fome

Já estamos na 9ª semana de gestação. Nessas horas eu acho que o tempo se arrastaaaaaaaaa, mas tudo bem. A novidade, não tão novidade assim é que os enjôos não deram trégua. Parece até que pioraram... Oh, céus!


Eu acordo já com dores e com uma vontade horrenda de colocar tudo (?) pra fora. Mas ao mesmo tempo que estou super enjoada, eu quase morro de fome. Mas fome por comida, não por café da manhã. Eu tenho vontade de matar um pratão de feijoada com muita costelinha, bacon e arroz. Daí, penso nisso e passo mal... hahahahahaha... não consigo entender... sério!

Hoje mesmo, acordei e quase botei os bofes pra fora. Na frente da Ana Luiza. Imaginem a carinha de assustada que ela fez. Ainda bem que foi só alarme falso...


O que tem ajudado, pouco, é água bem gelada, com gás. Eu que estava achando que a Coca-Cola iria ser minha melhor amiga, me enganei. Até tomo, mas prefiro água com bolinhas - como diz a Donana. Parece que aquele fundinho doce do gosto da Coca me deixa ainda mais enojada.


Outras…